Última hora

Última hora

França: Caso de comboios demasiado grandes para as plataformas gera polémica

Em leitura:

França: Caso de comboios demasiado grandes para as plataformas gera polémica

Tamanho do texto Aa Aa

Um erro de cálculo descoberto tarde demais, traduz-se numa dor de cabeça para a Sociedade Nacional de Caminhos de Ferro de França (SNCF).

A empresa encomendou 2 mil comboios para circularem numa rede regional, mas em muitos casos as composições são maiores do que as plataformas.

Os custos dos trabalhos de adaptação em 1300 estações têm um valor adicional de 50 milhões de euros. O assunto promete fazer correr muita tinta, principalmente quando se fala em pagar a fatura.

“Recusamos pagar um único cêntimo por estas reparações. Não podemos ser tomados por tontos e financiar depois”, disse Alain Rousset, o Presidente da Associação das Regiões de França.

A Rede dos Caminhos de Ferro de França confirmou o erro, primeiramente noticiado pela edição semanal do jornal satírico “Canard Enchâiné.”

A empresa já fez saber que a falha não terá impacto nos preços dos bilhetes. Seja como for, os trabalhos de adaptação poderão demorar três anos.