Última hora

Última hora

Populismo ganha força na Holanda e Reino Unido

Em leitura:

Populismo ganha força na Holanda e Reino Unido

Tamanho do texto Aa Aa

As eleições europeias arrancam esta quinta-feira, com as votações no Reino Unido e na Holanda, dois países onde se prevê que a direita populista consiga importantes avanços.

O Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), presidido por Nigel Farage, é dado como vencedor destas europeias por algumas sondagens, à frente dos trabalhistas, deixando os conservadores, no governo, na terceira posição.

Farage tem posições claramente antieuropeias. Defende a saída da Grã-Bretanha da União Europeia e um maior controlo da imigração, mas no entanto distancia-se e rejeitou alianças com a extrema-direita de Marine Le Pen e Geert Wilders, que devem também ter avanços importantes.

Wilders, líder do partido PVV, na Holanda, está em terceiro nas sondagens e espera um resultado histórico. Prevê formar um novo grupo, no Parlamento Europeu, com a Frente Nacional de Marine Le Pen.

Esta é a primeira vez que as eleições para o Parlamento Europeu vão ditar a presidência da Comissão Europeia. Os partidos eurocéticos e de extrema-direita preferiram não apresentar um candidato comum.

European parliament elections