Última hora

Última hora

Ucrânia prepara eleições quentes

Em leitura:

Ucrânia prepara eleições quentes

Tamanho do texto Aa Aa

A Ucrânia vai às urnas no domingo, para a primeira volta naquelas que são as eleições presidenciais mais quentes de sempre.

Petro Poroshenko e Yulia Timoshenko são os principais candidatos nestas eleições, que se seguem ao movimento popular que derrubou Viktor Yanukovich e que acontecem numa altura em que a ameaça da guerra civil paira sobre o país. Em certas zonas do leste, dominadas pelas milícias pró-russas, é mesmo impossível votar. O clima tenso nota-se também na capital, Kiev.

“Vamos votar, com certeza. Queremos passar a mensagem do povo, que é a de que estamos fartos de nos ajoelhar e temos que recuperar a nossa dignidade. Vamos todos votar”, diz um homem de Kiev.

Para os eleitores do leste da Ucrânia, a situação não é evidente: “Sou de Slovyansk, na região de Donetsk. Estamos aqui de visita. Estamos impossibilitados de votar na nossa cidade, mas eu e a minha família devemos viajar até Kharkiv para podermos votar”, diz uma mulher.

Para garantir a segurança destas eleições, as autoridades ucranianas contrataram 70 mil profissionais, incluindo paramilitares que estiveram no Iraque. Em regiões como a de Dniepropetrovsk, estão a surgir milícias para impedir o avanço dos separatistas.