Última hora

Última hora

Holanda: Wilders admite derrota inesperada

Em leitura:

Holanda: Wilders admite derrota inesperada

Tamanho do texto Aa Aa

Geert Wilders concedeu a pesada e inesperada derrota nas eleições europeias.

Os holandeses decidiram penalizar os populistas eurocéticos do Partido da Liberdade, considerados favoritos nas sondagens pré-eleitorais.

Contrariamente às expectativas, a formação de Wilders ficou-se pelo quarto lugar, atrás dos centristas, dos cristãos-democratas e dos liberais.

O líder da formação xenófoba não escondeu a deceção. Depois de agradecer aos apoiantes, Wilders afirmou que “lutaram como leões”, mas “honestamente, as sondagens à boca das urnas são dececionantes. Não se devem complicar as coisas: apesar de serem ainda apenas projeções, são uma desilusão, pois tudo indica que [o partido] vai passar de 5 a 3 assentos” no Parlamento Europeu.

A Holanda registou, tal como em 2009, uma fraca participação, da ordem dos 37 por cento do eleitorado.

A confirmação definitiva do mau resultado da formação de Wilders só será feita ao fim do dia de domingo, quando forem anunciados os resultados oficiais dos Vinte e Oito.