Última hora

Última hora

Europa elege Parlamento Europeu

Em leitura:

Europa elege Parlamento Europeu

Tamanho do texto Aa Aa

Esta é a terceira vez que os húngaros são chamados às urnas para eleger o Parlamento Europeu. Cerca de 8 milhões de eleitores podem escolher os seus representantes na Assembleia de Bruxelas.

“Vim votar porque quero expressar a minha opinião. Quero ter influência no futuro do meu país e agora tenho a oportunidade de fazer isso,” afirma uma cidadã.

Este húngaro afirma que foi votar pois toda “a família votou e não podia ser o único a não votar.”

“Há um mês e meio a Hungria elegeu o seu parlamento, mais de 61 por cento dos eleitores votaram. Os analistas acreditam que a participação de hoje, não chegue perto desse número. A questão é saber quantos votos terá a ala eurocética da extrema-direita.”

Na capital italiana, Roma, a afluência às urnas faz-se calmamente. A meio do dia a participação rondava os 15 por cento.

Para os italianos faltou mais discussão sobre os assuntos europeus. “Falou-se pouco sobre as eleições europeias. Acredito que ainda estamos na Europa, temos a moeda única e pagamos impostos todos os anos… Por isso é melhor preocuparmo-nos com a Europa.”

Esta italiana não acredita que “as eleições europeias sejam menos importantes do que as outras. São muito relevantes principalmente num momento como aquele que vivemos. Há muitas ações contra o euro e antieuropa. Não creio que isso seja justo.”

“É um dever mas também um direito. São estes os motivos que levam os italianos, em Roma, a votar nas eleições para o Parlamento Europeu.”

European parliament elections