Última hora

Última hora

Eleições Europeias: PPE vence mas perde assentos no Parlamento Europeu

Em leitura:

Eleições Europeias: PPE vence mas perde assentos no Parlamento Europeu

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo do Partido Popular Europeu é o claro vencedor das Eleições Europeias mas, é também claro, que perde um número significativo de assentos no Parlamento Europeu.

O grupo dos Socialistas Europeus volta a não se superar, ainda que se mantenha como a segunda força no parlamento, mas perde também lugares. Quem ganha são as pequenas formações e os independentes que, em alguns casos, quadruplicaram os resultados.

A corrida para a presidência da Comissão Europeia está na reta final. Para o líder dos Populares Europeus a vitória está garantida:

“Suponho que vou ser escolhido porque o PPE foi o claro vencedor desta eleição, por isso tenho de negociar com outras forças políticas para garantir uma maioria”, afirmou Jean-Claude Juncker.

Martin Schulz, o candidato pelos socialistas europeus, não acredita na vitória de Juncker já que o PPE perde um número considerável de lugares no parlamento:

“Uma coisa é clara, o PPE vai perder sessenta lugares no parlamento. Mas há outra coisa que é clara, sem o acordo com o grupo dos Sociais-democratas, no parlamento, não é possível uma maioria.”

Seja qual for o cenário, os candidatos têm de conseguir o apoio de 50% dos membros do Parlamento Europeu para chegarem à Presidência, o que significa que será necessário conseguirem acordos com outras forças políticas.

European parliament elections