Última hora

Última hora

Eleições Europeias: Vencedores e vencidos na Alemanha, Itália, Espanha e Portugal

Em leitura:

Eleições Europeias: Vencedores e vencidos na Alemanha, Itália, Espanha e Portugal

Tamanho do texto Aa Aa

Na Alemanha, as projeções dão como vencedora desta noite eleitoral europeia Angela Merkel. Os conservadores terão garantido 36% dos votos, cerca de dez pontos de avanço sobre o Partido Social Democrata. Segundo as previsões do Parlamento Europeu mais de 47% dos eleitores alemães votaram, cerca de 4% mais que em 2009.

Em Itália o Partido Democrático, do Primeiro-ministro Matteo Renzi, é o provável vencedor, com cerca de 40% dos votos, segundo as projeções, mas os eurocéticos do comediante Beppe Grillo deverão conseguir mais de 20% dos votos. A formação do antigo Chefe do executivo, Silvio Berlusconi, deverá ser a terceira formação mais votada, não devendo ir muito além dos 15%.

Em Espanha o Partido Popular, atualmente no governo, sai vencedor. Mas é uma vitória com sabor a derrota já que perde oito assentos no Parlamento Europeu. Também o PSOE, segunda formação mais votada, acaba por perder sete lugares. A surpresa da noite são as pequenas formações. A Esquerda Plural consegue eleger seis eurodeputados, o movimento Podemos, cinco.

Em Portugal foi, uma vez mais, a abstenção que ganhou. A taxa de participação ficou pouco acima dos 34%. O Partido Socialista venceu e conseguiu um resultado melhor do que em 2009, já o Partido Social Democrata, vencedor nas anteriores Eleições Europeias mas, desta vez em coligação com o PP, sai como o grande derrotado destas eleições.

European parliament elections