Última hora

Última hora

Poroshenko vence eleições presidenciais na Ucrânia

Em leitura:

Poroshenko vence eleições presidenciais na Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

O milionário Petro Poroshenko declarou que “a Ucrânia tem um novo Presidente”.
As sondagens à boca das urnas atribuírem-lhe a vitória nas presidenciais à primeira volta com perto de 56% dos votos. O “rei do chocolate”, como é conhecido por ter feito fortuna no ramo dos doces, torna-se assim no primeiro Presidente eleito após a deposição de Viktor Ianukovich, em Fevereiro.

Na primeira reação, Poroshenko afirmou que os eleitores ucranianos fizeram a escolha da “integração europeia” e adiantou que a sua prioridade é “acabar com a guerra” na Ucrânia e que a sua primeira viagem será ao leste do país, dominado pelos rebeldes pró-russos.
O milionário disse mesmo que “a Ucrânia vive num estado de guerra. É alvo de uma agressão. Todas as noites há soldados ucranianos a dar a vida para restabelecer a ordem, a lei e a paz no leste do país. Eu, não só como presidente mas também como futuro comandante das forças armadas- vou dar o meu melhor para defender o povo ucraniano, restabelecendo a segurança e a paz.”

A principal adversária, a ex-primeira ministra Iulia Timoshenko, conseguiu 12,9%, o que torna desnecessária uma segunda volta.

“Eu e a minha equipa vamos fazer tudo para ajudar o governo da Ucrânia a construir um país mais forte, a realizar um referendo sobre a adesão à NATO, a conduzir o país à adesão à União Europeia e construir um sistema coletivo de segurança e defesa a nível global.”

O terceiro candidato mais votado foi o populista Oleg Liashko, com mais de 8%, enquanto o banqueiro Serguei Tiguipko, considerado o candidato do sudeste russófono, não chegou aos 5% dos votos.

Na cidade de Donetsk não foram abertas mesas de voto e na região, apenas 7 das 12 comissões eleitorais distritais estiveram abertas.

De acordo com dados não oficiais, a abstenção rondou os 45% a nível nacional.