Última hora

Última hora

Farage defende saída britânica da UE

Em leitura:

Farage defende saída britânica da UE

Tamanho do texto Aa Aa

Considera-se um “eurocético moderado” e a sua estratégia parece vingar. Durante a campanha, Nigel Farage, líder do Partido Independente do Reino Unido, nunca perdeu uma opotunidade de deixar claro o seu ponto de vista sobre a União Europeia:
“Queremos o nosso dinheiro de volta da Europa, queremos repôr as nossas fronteiras, queremos o nosso país de novo”.
A controversa campanha de cartazes do partido, que teve como alvo os imigrantes e os burocratas europeus, foi considerada racista. Ele defendeu-se, dizendo que levantou uma questão sobre a “realidade vivida por milhões britânicos que vivem fora da bolha de Westminster “. Farage: “ O que temos observado ao longo da última década, é uma porta aberta à imigração a uma escala que este país nunca viu e que está a deixar os jovens sem trabalho, que provoca a descida dos salários e impõe a divisão social no mercado de trabalho das cidades e vilas do país. Essas pessoas aqui no Parlamento do Reino Unido não compreendem.”
A solução defendida por Farage, para o Reino Unido, é a saída da União Europeia: uma mensagem que tem caído muito bem entre os eleitores mais pressionados pela recuperação económica .
Depois de passar 20 anos como corretor no distrito financeiro de Londres, em 1999 ajudou a UKIP a enviar, pela primeira vez, europeputados para o Parlamento Europeu.
Com um estilo muito próprio, descontraído, e qualidades apreciadas pela classe média, marca um contraste que pode ser decisivo em relação à maioria dos políticos que dominam os partidos Trabalhista e Conservador .