Última hora

Em leitura:

Flechas e gás lacrimogéneo em protesto contra Mundial2014


Mundo

Flechas e gás lacrimogéneo em protesto contra Mundial2014

Um protesto contra o Mundial de Futebol no Brasil degenerou em confrontos com flechas e gás lacrimogéneo.

Mais de mil manifestantes, entre grupos de índios e movimentos sociais, tentaram marchar em direção ao Estádio Mané Garrincha de Brasília, onde está exposta a taça do Mundial de 2014.

Os manifestantes denunciavam nomeadamente os elevados custos da organização da competição. Os índios da Amazónia tinham subido antes ao telhado do Parlamento para exigir a rápida demarcação das suas reservas.

Cerca de 700 elementos da polícia estavam mobilizados para impedir os manifestantes de aceder ao Estádio. O conflito começou quando os indíos tentaram passar por uma barreira policial.

As forças de segurança recorreram a gás lacrimogéneo, recebendo em resposta pedras, paus e mesmo flechas.

Pelo menos dois polícias foram feridos durante os confrontos, um dos quais com uma flecha numa perna.