Última hora

Última hora

Prémio Príncipe das Astúrias: Químicos recebem o prémio físico

Em leitura:

Prémio Príncipe das Astúrias: Químicos recebem o prémio físico

Tamanho do texto Aa Aa

Os químicos Avelino Corma, Mark Davis e Galen Stucky, venceram o Prémio Príncipe das Astúrias, na categoria de Investigação Científica e Técnica. O anúncio foi feito numa cerimónia apresentada em Oviedo, Espanha, pelo presidente do Júri, Pedro Miguel Echenique: “Os três investigadores tiveram uma contribuição notável ​​no projeto dos métodos de síntese de materiais microporosos e mesoporosos, no estudo das suas propriedades e na sua aplicação em vários domínios”.

O trabalho desenvolvido por esta candidatura conjunta está na vanguarda do conhecimento e pode ser aplicado na redução das emissões poluentes dos transportes e da indústria, na melhoria dos alimentos, assim como no tratamento de águas, na refinaria de petróleo e na indústria química em geral.

Esta cerimónia é promovida pela Fundação Príncipe das Astúrias, distinguindo figuras ou instituições notáveis em várias categorias.

O prémio materializa-se numa escultura de Joan Miró entregue aos vencedores. Que recebem também um prémio financeiro no valor de 50 mil euros, numa cerimónia futura, que vai contar com a presença do Príncipe das Astúrias.