Última hora

Última hora

Fartos da obesidade e dos negócios sujos da indústria alimentar

Em leitura:

Fartos da obesidade e dos negócios sujos da indústria alimentar

Tamanho do texto Aa Aa

A obesidade é um dos maiores problemas de saúde pública do século XXI. Desde os anos 80, o fenómeno não para de aumentar em todo o mundo. O documentário “Fed up” analisa as causas e as consequências do problema.

Os níveis de obesidade são especialmente graves nos Estados Unidos e afetam quase todos os países do mundo, à medida que os grandes negócios da indústria alimentar se expandem à escala global.

“Há um dado estatístico surpreendente revelado há pouco tempo: estamos perante a primeira geração de crianças com uma esperança de vida menor do que a dois pais. Isto é escandaloso e inaceitável. Queríamos obter respostas e encontrámos algumas com ‘Fed up’. As pessoas vão ficar surpreendidas”, disse Laurie David, produtora do filme.

Ao longo de dois anos, o documentário segue a vida de um grupo de crianças que tenta perder peso e adotar um estilo de vida mais saudável.

A realizadora e jornalista Katie Couric aponta o dedo à indústria alimentar.

“Tem havido uma aliança muito negativa entre a indústria alimentar e o governo, tocámos no fundo várias vezes como mostra o filme. Cada vez que o governo quer tomar medidas, a indústria alimentar consegue com muitos dólares à mistura convencer as autoridades a mudar de ideias. O mercado não é saudável e as pessoas têm sido enganadas e não sabem o que é ou não saudável”, frisou a realizadora.

“Fed Up” chegou às salas de cinema dos Estados Unidos e não tem data de estreia anunciada na Europa.