Última hora

Última hora

Combates na periferia da Lugansk já provocaram cinco mortos

Em leitura:

Combates na periferia da Lugansk já provocaram cinco mortos

Tamanho do texto Aa Aa

O ataque dos separatistas pró-russos à base dos guardas fronteiriços ucranianos, em Lugansk, dura há mais de 12 horas.

Pelo menos cinco pessoas morreram e 20 ficaram feridas.

De acordo com as últimas informações entre as vítimas mortais não há civis.

Os combates decorrem na periferia da Lugansk, a cerca de 50 quilómetros da fronteira com a Rússia.

“Os guardas fronteiriços encontram-se num território atualmente controlado por terroristas. A situação não é fácil, mas os nossos homens estão a fazer tudo para defender a região” afirma o presidente interino da Ucrânia, Oleksandr Turchinov.

Chamada a intervir, a força aérea ucraniana acabou por não abrir fogo para evitar que a população fosse atingida.

A autoproclamada república de Lugansk declarou a independência da Ucrânia em maio, depois de a maioria da população ter dado o aval em referendo.