Última hora

Última hora

Em leitura:

Italiana de 94 anos vive com robô


hi-tech

Italiana de 94 anos vive com robô

Aos 94 anos, a italiana Lea Mina Ralli participa num projeto inovador: viver com um robô. A máquina chama-se “GiraffPlus”e ajuda-a a cuidar da casa e da saúde.

“Se acontecer algo, se eu cair ou desmaiar, posso enviar um pedido de ajuda com o controlo remoto. Carrego num botão verde e o vídeo aparece. Há um médico ou um terapeuta no ecrã que me pergunta como estou. Eu posso vê-lo, ele vê-me e pode tratar-me a partir de casa”, conta Lea Mina Ralli.

Lea Mina Ralli vive em Roma com o seu novo “ajudante”.
O robô comunica com o exterior através de uma plataforma de videoconferência similar ao Skype.

O sistema prevê um conjunto de serviços adaptados às necessidades de cada pessoa e funciona como um enfermeiro virtual capaz de interagir com o meio ambiente.

“A ideia é combinar sensores que podem monitorizar vários tipos de situações, como situações perigosas em casa, fugas de gás ou de água mas também doenças das pessoas idosas”, explicou Gabriella Cortellessa, gestora técnica do projeto.

O “GiraffPlus” faz parte de um projeto europeu e está a ser testado em vários países. O objetivo é melhorar a autonomia e a qualidade de vida das pessoas idosas. Se a experiência correr bem, os robôs poderão ser comercializados a partir de 2015.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
Será que a caneta e papel se vão tornar objetos de museu?

hi-tech

Será que a caneta e papel se vão tornar objetos de museu?