Última hora

Última hora

Caso de Bergdahl renova esperança de familiares de casal raptado em 2012

Em leitura:

Caso de Bergdahl renova esperança de familiares de casal raptado em 2012

Tamanho do texto Aa Aa

Este casal desapareceu no Afeganistão em 2012. No ano passado, o canadiano e a norte-americana – na altura grávida – apareceram num vídeo a pedir ajuda aos Estados Unidos.

As imagens terão sido captadas pelos talibãs e enviadas às famílias das vítimas que decidiram torná-las públicas após a libertação do sargento Bowe Bergdahl.
.
“Decidimos mostrar o vídeo, agora, na esperança de que alguém os possa libertar, trazer para casa ou de que nos possam dar mais alguma informação” afirma a mãe de Caitlan Colemn.

Neste momento ninguém sabe ao certo se o casal e a criança que, entretanto, terá nascido em cativeiro, ainda, estão vivos.

Os familiares esperam com o vídeo sensibilizar os governos canadiano e norte-americano e beneficiar de um acordo idêntico ao que permitiu por fim ao cativeiro de Bergdahl.

A libertação do sargento norte-americano – suspeito de ter desertado – está envolta em polémica e a festa de boas-vindas à cidade natal foi mesmo cancelada.