Última hora

Última hora

Irá a lusofonia bater a animação japonesa no Animafest em Zagreb?

Em leitura:

Irá a lusofonia bater a animação japonesa no Animafest em Zagreb?

Tamanho do texto Aa Aa

144 filmes foram selecionados para competição no Animafest Zagreb, na Croácia, um dos mais importantes e antigos festivais de cinema de animação no mundo. O português Abi Feijó fez parte do comité de seleção de uma edição em que a lusofonia tem dois filmes em competição: ‘Carrotrope’, de Paulo D’Alva e ‘Feral’, de Daniel Sousa.

No convite para uma passagem por Zagreb até 8 de junho, o diretor do evento, Daniel Sulic, afirma que há filmes para todos os gostos, “da comédia às introspeções”.

Alternadamente, o festival dedica-se às curtas ou às longas-metragens. 2014 é ano de curtas.

A competição é dominada pelo Japão. Entre os 10 filmes nipónicos em liça está ‘Wonder’, de Mirai Miuze, uma curta realizada “à moda antiga”, em que cada frame é desenhado à mão.

160 desenhadores trabalharam um ano para produzir as 8760 imagens de ‘Wonder’. Miuze expressou uma enorme “alegria” por ter a “rara oportunidade” de mostrar o seu trabalho.

A animação com marionetas teve também atenção especial com uma seleção das melhores curtas do género.

Nas homenagens, Yuri Norstein, o autor de ‘Tale of Tales’, considerado por muitos como o melhor filme de animação da história, recebe o prémio carreira e tem direito a uma retrospetiva no ano em que o festival também assinala o centenário do nascimento de Norman McLaren, um pioneiro da animação.