Última hora

Última hora

Roland Garros: Nadal conquista "la nona" e deixa Djokovic à seca

Em leitura:

Roland Garros: Nadal conquista "la nona" e deixa Djokovic à seca

Tamanho do texto Aa Aa

Rafael Nadal conquistiou este domingo o nono título da carreira em Roland Garros. Com este segundo triunfo sobre Novak Djokovic numa final do Open de França, o espanhol tornou-se também no tenista com mais títulos no “Grand Slam” gaulês.

Quem começou melhor esta final foi, contudo, o sérvio, que procurava o primeiro título da carreira em Roland Garros e, com isso, derrubar também Nadal da liderança do ranking ATP. “Nole”, como é conhecido, venceu o primeiro set, por 6-3, mas foi só.

O número 1 do mundo reagiu muito bem e apos vencer um muito disputado segundo set, por 7-5, arrancou para um triunfo irrepreensível, confirmado após uma dupla falta de Djokovic. Perante a vitória, o espanhol sucumbiu às emoções e ao desgaste de uma partida com cerca de três horas e meia, caindo de joelhos na terra batida do “court”, perante os aplausos de boa parte da assistência.

Depois de ter ganho a Nadal em Miami e de Roma, muitos esperavam que Djokovic surgisse de novo melhor nesta final, mas o sérvio foi-se abaixo após o segundo set. “Nole” chegaria mesmo a vomitar no final do terceiro set, devido, talvez, ao muito calor que se fez sentir em Paris.

Eficaz e mais forte, Nadal venceu o sérvio, por 3-1, com parciais de 3-6, 7-5, 6-2 e 6-4. O espanhol conquistou Roland Garros pelo quinto ano consecutivo, arrecadou um prémio de 1,65 milhões de euros e aumentou a vantagem no confronto direto com Djokovic para 23 vitórias contra 19, treze delas em finais. No total, Nadal soma agora, tal como o norte-americano já retirado Pete Sampras, 14 títulos em torneios do “Gran Slam” (Austrália, Inglaterra, França e Estados Unidos) – o mais titulado é Roger Federer, ainda no ativo, com 17.