Última hora

Última hora

Colômbia: Trégua das FARC para as eleições presidenciais

Em leitura:

Colômbia: Trégua das FARC para as eleições presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

Na Colômbia as FARC decretaram uma trégua na luta armada aquando da segunda volta das eleições presidenciais, a 15 de junho. A trégua estará vigente entre a meia-noite de segunda-feira e a meia-noite de 30 de junho.

A segunda volta das presidenciais é disputada entre o chefe de Estado cessante, Juan Manuel Santos, e o antigo ministro da Economia, Oscar Zuluaga.

“No que respeita à paz, avançámos nas negociações com a guerrilha, mais do que alguma vez se conseguiu.
Conseguimos mais em 4 anos do que o que foi conseguido em 46 anos de guerra”, afirmou Santos.

Na primeira volta, Juan Manuel Santos, artesão das negociações de paz com as FARC, obteve 25,51% dos votos, ficando atrás de Oscar Zuluaga, feroz opositor às conversações com a guerrilha, que conquistou 29,03% dos votos.

“ Eles continuam a recrutar crianças, a assassinar colombianos, a ameaçar e a fazer vítimas diariamente.Se realmente estão com as vítimas, deviam aceitar a minha condição para negociar a paz, a de suspender todas as ações criminosas contra os colombianos”, disse Zuluaga.

Oscar Zuluaga exige concessões das FARC para continuar as negociações, o que a guerrilha rejeitou.