Última hora

Última hora

"Loucos": Supremo alemão defende declarações do presidente contra neonazis

Em leitura:

"Loucos": Supremo alemão defende declarações do presidente contra neonazis

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente alemão, Joachim Gauck tem o direito de chamar “loucos” aos membros do principal partido neonazi do país. O supremo tribunal alemão rejeitou a queixa do Partido Nacional Democrata que considerou a afirmação do chefe de estado, proferida durante um encontro com estudantes, em 2013, como difamatória. Segundo os juízes a palavra justifica-se, inserida no contexto, como “forma de descrever pessoas que não aprenderam as lições da história”.