Última hora

Última hora

Um desmaio, um ultimato e vários protestos durante as celebrações do dia de Portugal

Em leitura:

Um desmaio, um ultimato e vários protestos durante as celebrações do dia de Portugal

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente português, Aníbal Cavaco Silva, foi obrigado a interromper o discurso das celebrações do dia de Portugal, esta terça-feira, na Guarda, depois de ter desmaiado em plena tribuna. O chefe de estado, que retomou a elocução após ter recebido assistência médica, falou dos desafios do período pós-troika, lançando um ultimato ao governo e oposição para que cheguem a um compromisso para aprovar o próximo orçamento, em Outubro.