Última hora

Última hora

Coreia do Sul não poupa esforços para encontrar proprietário do Sewol

Em leitura:

Coreia do Sul não poupa esforços para encontrar proprietário do Sewol

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia sul-coreana desembarcou em força esta manhã numa propriedade do sul de Seul, pertencente a uma comunidade religiosa, à procura do proprietário do ferry-boat que naufragou em abril.

Seis mil polícias participaram na operação.

O homem procurado, Yoo Byung-Eun, de 72 anos, é um empresário, patriarca da família que controla a empresa a que o barco pertencia e também um alto responsável da igreja batista evangelista da Coreia, dona da propriedade onde decorreram as buscas.

Yoo Byung-Eun não foi encontrado, mas a polícia deteve três membros da comunidade religiosa, suspeitos de o terem ajudado a fugir.

A operação decorre no dia a seguir ao início do julgamento do comandante do navio e mais quatro membros da tripulação acusados de homicídio por negligência.

O Sewol naufragou no dia 16 de abril, matando 302 pessoas, das quais 280 estudantes de um liceu, que participavam numa viagem escolar.