Última hora

Última hora

Obama pede "exame de consciência" depois de novo tiroteio em Oregon

Em leitura:

Obama pede "exame de consciência" depois de novo tiroteio em Oregon

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama apelou a um “exame de consciência” dos norte-americanos acerca do porte de armas nos Estados Unidos, depois de mais um tiroteio que fez dois mortos num liceu de Oregon.

Um aluno de uma escola secundária perto de Portland matou a tiro um colega e feriu ligeiramente um professor antes de cometer suicídio. O incidente ocorreu apenas dois dias depois de um outro tiroteio ter feito cinco mortos em Las Vegas.

Reagindo à mais recente tragédia, o presidente norte-americano disse que “esta sociedade não tem tido a vontade de dar passos básicos para manter as armas fora das mãos de pessoas que podem fazer simplesmente danos incríveis”. Obama acrescentou que os Estados Unidos são “o único país desenvolvido da Terra onde isto acontece”.

O chefe de Estado exprimiu a “frustração” de não ter apoio suficiente para avançar com uma legislação mais estrita sobre o controlo de armas. Segundo o centro Brady, que luta contra violência com armas de fogo, 32 norte-americanos são mortos a tiro em cada dia.