Última hora

Última hora

The Hooligan Factory: "Bora lá partir tudo"

Em leitura:

The Hooligan Factory: "Bora lá partir tudo"

Tamanho do texto Aa Aa

Danny, “um tipo que queria ser alguém e pertencer alguma coisa”, encontra Dexter, um ex-condenado interpretado por Nick Nevern, que também assina o argumento para além de ser o realizador de “The Hooligan Factory”, uma comédia britânica sobre adeptos de futebol fanáticos e que chega às salas do Reino Unido na altura em que arranca o Mundial no Brasil.

Jason Maza é Danny e também um dos produtores do filme.

Nick Nevern explica que “não é simplesmente escrever a primeira piada que vem à cabeça e mandar o Jason angariar dinheiro”. As piadas são “muito trabalhadas, estruturadas e já estão escritas no papel quando começa a rodagem”. O argumentista e ator refere que, enquanto realizador, procura que “os atores se cinjam ao texto. Mas, por vezes, os atores surgem com improvisos que são tão preciosos que os temos de guardar na montagem”.

Em “The Hooligan Factory”, Danny e Dex unem forças para trazer de volta os “bons velhos dias” do hooliganismo.

Jason Maza gostou de acumular o papel de Danny com o de produtor:

“Quando és ator num filme envolves-te totalmente no personagem, mas quando és produtor ou realizador participas em todo o processo. É uma experiência muito especial, que não tens quando és apenas ator. Nós acompanhamos o desenvolvimento do filme desde a escrita à estreia”.

Em 2011, Maza criou a produtora “Think Big Productions” com um objetivo simples: o ator e produtor quer realizar bons filmes britânicos.

“The Hooligan Factory” promete umas boas gargalhadas.