Última hora

Última hora

Cazaquistão dá "o pontapé de saída" para a Expo 2017

Em leitura:

Cazaquistão dá "o pontapé de saída" para a Expo 2017

Tamanho do texto Aa Aa

Representantes do Cazaquistão receberam, oficialmente, a 11 de junho, em Paris, na sede da OCDE, a bandeira da Expo 2017, que acontecerá em Astana.

“Estamos orgulhosos que o Cazaquistão tenha sido escolhido para acolher a exposição. Esta é a primeira vez que a exposição acontece no antigo espaço soviético na Ásia Central e irá trazer a atenção mundial, não só para as questões do crescimento desta região mas também para os desafios globais relativos à energia. Acreditamos que a Expo 2017 será um catalisador e uma plataforma para a discussão de novas ideias, novas abordagens à energia do futuro”, adianta Erlan Idrissov, Ministro dos Negócios Estrangeiros do Cazaquistão.

Presentes em Astana estarão representantes de diferentes países, o objetivo deste grande certame é mostrarem tecnologias verdes e promoverem a sua implementação em todo o mundo:

“Estamos à espera de mais de 100 países, dez organizações internacionais e diferentes empresas. Vão promover a partilha de tecnologias inovadoras e criar novos impulsos para a cooperação regional. Acho que Astana será o epicentro de todas as novas conquistas da ciência e da tecnologia em termos de energia do futuro”, explica Rapil Zhoshybayev, comissário da Expo 2017.

“Podemos dizer, com certeza, que todos os pedidos formulados pelo Departamento de Exposições Internacionais e todas as promessas feitas pelo Cazaquistão, de criar as condições necessárias à realização, bem-sucedida, da exposição, serão concretizadas”, esclarece Talgat Yermegiyayev, o Presidente da “Astana Expo 2017”.

A Expo 2017, que acontecerá entre 10 de junho e 10 de setembro de 2017, será centrada no tema “Energia do Futuro”.