Última hora

Última hora

Hitachi junta-se a Siemens e Mitsubishi para compra da Alstom

Em leitura:

Hitachi junta-se a Siemens e Mitsubishi para compra da Alstom

Tamanho do texto Aa Aa

A Siemens e a Mitsubishi deverão vir a ter a companhia da Hitachi na proposta de aquisição que está a ser preparada para a energética francesa Alstom. O jornal “Nikkei”, do Japão, noticiou esta quinta-feira que a empresa nipónica do ramo da eletrónica está a ponderar juntar-se à proposta da conterrânea e do grupo alemão, a qual deverá, tudo indica, ultrapassar os 7,2 mil milhões de euros e ser confirmada até 16 de junho à administração da Alstom.

Na corrida, porém, mantém-se a norte-americana General Electric, com uma proposta a rondar os 12,5 mil milhões de euros, a qual a Alstom já se mostrou inclinada a aceitar. O Governo francês tem, contudo, uma palavra decisiva a dizer e não se mostrou muito satisfeito com os argumentos americanos. O presidente François Hollande, o ministro da Economia Arnaud Montebourg e o primeiro-ministro Manuel Valls reuniram-se quarta-feira, no Palácio do Eliseu, para analisar os desenvolvimentos do negócio, sem revelar o que foi debatido.

Condições essenciais para a venda, na ótica do executivo gaulês, é a manutenção dos atuais postos de trabalho na empresa francesa, que a sede de companhia se mantenha no território gaulês e que o país mantenha a independência energética. A multinacional norte-americana já prometeu a criação de mais mil novos postos de trabalho no espaço de três anos se a sua proposta for a eleita.

45’‘