Última hora

Última hora

Iraque: Êxodo de Mossul

Em leitura:

Iraque: Êxodo de Mossul

Tamanho do texto Aa Aa

Habitantes de Mossul fugidos ao avanço dos guerrilheiros do Estado Islâmico no Iraque e no Levante convergiram em massa no derradeiro ponto de controlo antes da cidade de Irbil no nordeste do Curdistão.

“A situação em Mossul é desesperada. Destruíram e incendiaram uma esquadra da polícia. Farei tudo para salvar a minha família e proteger os meus filhos”, disse um refugiado.

As estimativas apontam para meio milhão de deslocados, mas só quem tiver convites de curdos ou familiares no Curdistão pode passar.

“As pessoas chegam a este posto de fronteira para tentarem entrar na província de Irbil.
Muitas não têm ninguém à espera delas no outro lado da fronteira e não têm dinheiro. O governo regional montou este campo de trânsito para as pessoas terem um lugar onde pernoitar”, afirmou Catherine Robinson, do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.

De acordo com as Nações Unidas, há mais de 2.500 famílias deslocadas em Mossul, a maioria das quais abrigadas em escolas e mesquitas, sendo que, segundo as estimativas, cerca de 100 mil entraram em Irbil, capital da região autónoma curda no norte do Iraque.

  • Area controlled by militants and current fighting

  • Main iraqi oil fields

    (source: www.eia.gov)

  • Area controlled by militants in Syria and Iraq