Última hora

Última hora

Tribunal confirma multa recorde de 1,06 mil milhões à Intel

Em leitura:

Tribunal confirma multa recorde de 1,06 mil milhões à Intel

Tamanho do texto Aa Aa

Tribunal Geral da União Europeia (UE) confirmou a multa recorde de 1.06 mil milhões de euros aplicada à Intel. A punição havia sido aplicada em maio de 2009 pela Comissão Europeia, em consequência de a empresa norte-americana de informática ter sido condenada por “ter abusado da sua posição dominante no mercado dos processadores x86 entre 2002 e 2007”, lê-se no comunicado de imprensa do tribunal europeu.

A multa, a mais elevada de sempre imposta a uma única empresa por infração às regras da concorrência, teve por base as regras para o setor na União Europeia e no Espaço Económico Europeu. A Comissão Europeia acusou, na altura, a Intel de ter posto “em prática uma estratégia destinada a excluir do mercado o seu único concorrente sério, a Advanced Micro Devices, Inc (AMD)”.

A Intel exercia ainda pressão desleal sobre os principais fornecedores de computadores pessoais, reduzindo o espaço negocial dos seus concorrentes. “O comportamento anticoncorrencial da Intel contribuiu assim para reduzir a escolha oferecida aos consumidores bem como os incitamentos à inovação.”

A Intel recorreu da multa aplicada há cinco anos pela Comissão Europeia. “Através do acórdão de hoje, o Tribunal Geral nega provimento ao recurso e confirma deste modo a decisão da Comissão”, conclui o comunicado desta quinta-feira.