Última hora

Em leitura:

Ucrânia: Kiev retoma Mariupol e prepara-se para cortes no gás russo


Ucrânia

Ucrânia: Kiev retoma Mariupol e prepara-se para cortes no gás russo

A bandeira ucraniana voltou, esta sexta-feira, a ser hasteada na cidade de Mariupol. A ofensiva militar de Kiev foi iniciada de madrugada.

Os confrontos com os rebeldes pró-russos duraram cerca de seis horas. Pelo menos cinco rebeldes e dois militares ucranianos terão morrido.

Testemunhas garantem que os separatistas eram liderados por um checheno. Os rebeldes acabaram derrotados e com os respetivos veículos blindados em chamas.

As forças ucranianas retomaram assim o controlo da cidade portuária.

Kiev prossegue, pois, a ofensiva militar no Leste do país, nomeadamente também em Slavyansk. Ofensiva intensificada pelo presidente Petro Poroshenko, recentemente eleito.

Menos sorte têm as autoridades de Kiev na outra guerra: a do gás. Sem acordo com Moscovo, a Ucrânia prepara-se para um corte no fornecimento de gás russo já a partir de segunda-feira, data limite para o pagamento de cerca de mil e 500 milhões de euros de faturas em atraso.

A confirmar-se este cenário, o fornecimento de gás à União Europeia pode ser perturbado, já que metade do gás importado da Rússia transita pela Ucrânia.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Escândalo de corrupção "afunda" câmara de Veneza