Última hora

Última hora

EUA: Obama não envia forças para o Iraque

Em leitura:

EUA: Obama não envia forças para o Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente norte-americano anunciou que não tem planos para enviar forças norte-americanas para o Iraque.

Barack Obama reuniu-se com o comité de segurança nacional a fim de examinar as opções de auxílio às forças iraquianas.

“Qualquer ação de assistência que venhamos a prestar às forças de segurança iraquianas tem que ser acompanhada por um esforço sério e sincero por parte dos líderes iraquianos para colocarem as diferenças de parte e promoverem estabilidade, beneficiando todas as comunidades iraquianas”, disse o presidente a partir da Casa Branca.

As forças norte-americanas abandonaram o Iraque em dezembro de 2011.

Desde então que a responsabilidade pela manutenção da segurança cabe ao exército iraquiano.

Segundo Obama, o Iraque é uma nação soberana e como tal tem que resolver os seus problemas.

“Penso que qualquer ajuda tem que fazer parte de um pacote mais abrangente e não simplesmente tratar-se de um ato de auxílio a Maliki. Até porque muitos destes problemas foram causados por ele próprio. Essencialmente, Maliki dirigiu o governo de forma muito sectária; ele foi muito duro com os sunitas e exerceu o poder de forma muito arbitrária” diz Sandy Berger, antigo conselheiro para a segurança nacional.

O correspondente da euronews em Washington, Stefan Grobe, afirma que a mais recente doutrina de Obama determina menos envolvimento no Médio Oriente e em outras partes do mundo. Isto foi precisamente o que o presidente voltou a enfatizar. Apesar de algum apoio norte-americano, é o governo iraquiano a quem cabe agir.