Última hora

Última hora

Milícias sunitas mostram massacres nas redes sociais

Em leitura:

Milícias sunitas mostram massacres nas redes sociais

Tamanho do texto Aa Aa

As mílicias sunitas que semeiam o terror no Iraque postam fotografias nas redes sociais para mostrar a atividade dos seus combatentes massacrando dezenas de soldados iraquianos capturados.

As imagens encontram-se num sítio militante de combatentes com legendas que dizem que as execuções foram para vingar o assassinato de um comandante ISIL, Abdul-Rahman al-Beilawy.

A autenticidade das fotos foi confirmada pela autoridades iraquianas que explicam que a maioria dos soldados deixaram uniformes e equipamentos para trás para escaparem enqunto civis da invasão de Mossul, Tikrit e áreas circunvizinhas. As mortes ocorreram na província de Salahuddin, cuja capital é Tikrit.

A ofensiva dos rebeldes sunitas que ameaça desmembrar o Iraque está a espalhar-se para o noroeste do país.

Enquanto que na capital o avanço está para já travado, violentos combates eclodiram na cidade de Tal Afar 60 quilómetros a oeste de Mosul, perto da fronteira com a Síria.

Segundo testemunhas há combates sangrentos nas ruas e a maioria das famílias estão presas dentro das casas.