Última hora

Última hora

Rússia pede demissão do ministro ucraniano dos Negócios Estrangeiros

Em leitura:

Rússia pede demissão do ministro ucraniano dos Negócios Estrangeiros

Tamanho do texto Aa Aa

O insulto do ministro ucraniano dos Negócios Estrangeiros a Vladimir Putin, durante a manifestação frente à embaixada russa em Kiev contribuiu para envenenar mais o clima de tensão entre a Ucrânia e a Rússia.

Andriy Deshchytsia, que afirma ter ido ao local do protesto para acalmar os manifestantes, acabou por se impregnar do ambiente e chamar idiota a Vladimir Putin, utilizando um palavrão, que a multidão transformou em slogan.

A reação da Rússia não se fez esperar. O presidente da comissão dos Negócios Estrangeiros da Duma – o parlamento russo, pede a demissão de Deshchytsia.

O chefe da diplomacia russa, Sergey Lavrov, diz-se “chocado com o facto de o ministro dos Negócios Estrangeiros, nomeado pela Rada, o parlamento ucraniano, em vez de ter ido admoestar os participantes numa mobilização tubulenta, ter participado nesta orgia e ter ousado dizer algo nos limites da decência”. “Não sei como poderá continuar a trabalhar conosco… “,concluiu.

A manifestação frente à embaixada da Rússia, na qual participaram centenas de pessoas, degenerou. Várias viaturas diplomáticas foram atacadas. A bandeira russa foi arrancada e foram lançados coqueteis molotov, ovos e pedras contra o edifício.

O protesto ocorreu após o abate de um avião militar ucraniano pelos insurgentes pró-russos. 49 pessoas perderam a vida neste ataque, um dos mais mortíferos desde que começou o conflito no leste da Ucrânia.