Última hora

Última hora

Exército israelita alarga operação de busca dos três jovens desaparecidos

Em leitura:

Exército israelita alarga operação de busca dos três jovens desaparecidos

Tamanho do texto Aa Aa

As Forças Armadas de Israel reforçaram ainda mais a operação de busca dos tres jovens judeus desaparecidos desde quinta-feira num colonato entre Belém e Hebron.
Mais de 40 palestinianos foram detidos nas últimas horas, aumentando para 200 o número de pessoas presas por alegadamente estarem envolvidas no desaparecimento dos adolescentes.
O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu, que já responsabilizou o Hamas pelo sequestro, disse esta segunda-feira que “a operação de resgate pode ser bastante complicada e demorada”.

O exército israelita disse, entretanto, que “enquanto os jovens estiverem sequestrados, o movimento islamita Hamás vai sentir-se perseguido, paralisado e ameaçado”. A maioria dos palestinianos detidos vive no distrito de Nablus, no norte da Cisjordània, onde o exército centrou as operações nas últimas horas.

Recorde-se que os três adolescentes, identificados como Eyal Yifrach, de 19 anos, Naftali Frenkel e Gilad Shaer, ambos de 16, desapareceram perto de Gush Etzion, um bloco de colonatos judeus situado entre Belém e Hebron, numa zona que está sob controlo civil e militar israelita.