Última hora

Última hora

Maratona de Nova Iorque recebe Prémio Príncipe das Astúrias

Em leitura:

Maratona de Nova Iorque recebe Prémio Príncipe das Astúrias

Tamanho do texto Aa Aa

Numa altura em que Espanha se prepara para ver subir ao trono o sucessor do rei Juan Carlos, o júri dos prémios Príncipe das Astúrias anuncia a distinção este ano na área do Desporto. Noutras categorias, foram recentemente galardoados o arquiteto Frank O. Gehry, o criador de banda desenhada Quino e o programa de bolsas de estudo Fulbright.

Desta feita, o presidente da Associação da Imprensa Desportiva espanhola, Julián Redondo Perez, divulgou que a escolha recaiu na Maratona de Nova Iorque, explicando que “desde o seu nascimento em 1970, com apenas 127 corredores, o evento converteu-se numa prova que simboliza a ponte entre o desporto amador e profissional, com mais de 50 mil participantes na última edição.”

É o maior evento do género do mundo. O número de aspirantes é tão elevado que uma grande parte dos corredores é selecionada por sorteio. A corrida tornou-se ainda mais simbólica após o 11 de setembro, encarnando o espírito de entreajuda nova-iorquino.