Última hora

Última hora

Rebeldes jihadistas assumem o controlo de principal refinaria do Iraque

Em leitura:

Rebeldes jihadistas assumem o controlo de principal refinaria do Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes jihadistas assumiram o controlo 75% da principal refinaria de petróleo do Iraque, situada a 200 quilómetros a norte de Bagdade. De acordo com um funcionário do complexo, os combates intensificaram-se durante a madrugada e as unidades de produção e os serviços administrativos foram tomados.
Entretanto, todas as atividades foram suspensas e os funcionários estrangeiros foram retirados.

Os jihadistas já tinham assumido o controlo de variados sectores da refinaria na última semana. Os insurgentes destruíram reservas petrolíferas antes de entrar no complexo.

Este é um alvo estratégico, uma vez que da refinaria de Baiji sai um quarto do petróleo refinado do Iraque e é a principal fonte de combustível do mercado doméstico de gasolina. Qualquer interrupção nesta refinaria pode provocar sérios riscos no abastecimento e escassez de energia em todo o país.

Entretanto, o primeiro-ministro Nouri al-Maliki demitiu vários responsáveis de topo das estruturas militares, por alegadamente não terem cumprido o dever, depois da segunda cidade do país, Mosul, ter sido tomada pelo Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL).

Depois do apelo do governo, centenas de voluntários estão a juntar-se ao exército iraquiano para tentar travar as ofensivas dos rebeldes.
E não são foram apenas iraquianos a responder ao apelo: cerca de cinco mil iranianos apresentaram-se como voluntários para defender os lugares santos xiitas no Iraque face à ofensiva dos jihadistas sunitas, que tomaram grandes territórios no norte e leste do país…de acordo com um site iraniano.