Última hora

Última hora

Iraque: A grande incógnita da possível intervenção americana

Em leitura:

Iraque: A grande incógnita da possível intervenção americana

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos enviaram para o golfo Pérsico o porta-aviões USS George H W Bush e o navio USS Mesa Verde. O primeiro está equipado com caças F-18 e o segundo transporta 550 fuzileiros e aviões de aterragem e descolagem vertical Osprey.

O presidente Barack Obama, apesar de ter afirmado que não vai enviar tropas para o Iraque, esteve reunido com os líderes das duas câmaras do Congresso a quem comunicou que não necessitava de autorização para o plano que está a colocar em prática no Iraque.

“Os Estados Unidos têm o direito de agir em defesa dos seus interesses de segurança nacional quando o Comandante Supremo das Forças Armadas vê isso como necessário.
Contudo, uma ação militar direta dos Estados Unidos não resolverá os problemas do Iraque, e muito menos sozinho”, disse Jay Carney, porta-voz da Casa Branca.

Entretanto, o ministro dos Negócios Estrangeiros iraquiano, Hoshyar Zebari, anunciou quarta-feira que o Iraque “pediu oficialmente” aos Estados Unidos para realizarem ataques aéreos contra os guerrilheiros do Estado Islâmico do Iraque e do Levante.