Última hora

Última hora

La Traviata no Festival de Massada, em Israel

Em leitura:

La Traviata no Festival de Massada, em Israel

Tamanho do texto Aa Aa

O Festival de Massada, que decorreu na fortaleza com o mesmo nome, em Israel, Património Mundial da UNESCO, recebeu La Traviata, de Giuseppe Verdi. Uma nova produção, interpretada pela Ópera de Israel e conduzida por Daniel Oren, tendo como pano de fundo o mar morto.

“Através da música podemos chegar muito alto e aqui, no deserto, podem fazer-se coisas mágicas”, explica o maestro.

“O meu sonho é que este se torne um dos festivais mais importantes do mundo, porque o lugar é único. Não se encontra, em parte alguma do planeta, um lugar assim”, acrescenta Daniel Oren.

O festival de Massada foi criado em junho de 2010. No ano passado não se realizou por dificuldades de financiamento mas estão já previstas edições até 2017 num país onde é preciso cultivar o gosto pela ópera.

“Em Israel, a ópera não faz parte da tradição. Por isso, as pessoas que aqui vêm são, na sua maioria, pessoas que não estão habituadas à ópera, algumas delas, talvez a maioria, veem a ópera pela primeira vez, por isso é preciso torná-la acessível”, explica a Diretora da Ópera de Israel, Hanna Munitz.

Ao festival em Massada segue-se um fim de semana com Mozart na fortaleza de Acre, também Património Mundial da UNESCO, em Israel, de 19 a 21 de junho.