Última hora

Última hora

A arte inspirada na internet na Art Basel

Em leitura:

A arte inspirada na internet na Art Basel

Tamanho do texto Aa Aa

A arte, criada ou inspirada pela Internet, é uma das principais tendências na edição deste ano da Art Basel.

A principal feira de arte do mundo atrai milhares de visitantes à cidade suíça para verem, ou comprarem, trabalhos criados, no último século, por artistas internacionalmente reconhecidos, ou novas apostas.

O trabalho destes artistas é, por vezes, inspirado ou criado em sítios na internet. Outras vezes, significa que o financiamento foi conseguido através de plataformas públicas online:

“Eu acho que os artistas que se envolvem com a internet, e a usam para criar a sua arte, são a tendência mais significativa da arte contemporânea”, explica Lisa Schiff, perita em arte.

A exposição aconteceu pela primeira vez em 1970 e, na altura, atraiu 17 mil visitantes. A feira foi, e ainda é, organizada por um grupo de galerias de arte. Este ano há trezentas que representam 4 mil artistas de todo o mundo.

“Este ano a minha carteira de cliente é mais alargada, parcialmente, porque faço um trabalho, que tem uma vertente histórica, de promoção de artistas emergentes e daqueles já conceituados, o que há de novo este ano é a sobreposição entre os dois”.

Entendidos em arte, compradores e galeristas reúnem-se aqui todos os anos mas os artistas que por aqui passam são poucos.

Em 2013, a feira atraiu 70 mil visitantes durante os seis dias de exposição. A Art Basel pode ser visitada até ao dia 22 de junho.