Última hora

Última hora

Americanos não querem mais tropas no Iraque

Em leitura:

Americanos não querem mais tropas no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

A decisão do presidente dos EUA, Barack Obama de enviar até 300 conselheiros militares para o Iraque no sentido de avaliar a situação da segurança recebeu reações mistas.

A oposição republicana no Congresso expressou frustração e lamnetou que Obama não tenha escolhido uma abordagem mais musculada.

Zalmay Khalilzad, ex-embaixador dos EUA no Iraque comenta: “Isso mostra o compromisso de olhar para uma possível ação militar e dá esperança àqueles que esperam para ver o que os EUA vão fazer, especialmente se vão usar a força. É uma alavanca para empurrar o caminho político que, eu acho, é necessário. “

John Negroponte, ex-EUA Vice-Secretário de Estado diz: “Foi importante para mostrar que estamos preparados para dar apoio moral e material adicional ao governo do Iraque, neste ponto específico. Acho que a maior urgência é travar esta ofensiva do ISIS e recuperar alguns dos territórios perdidos ao mesmo tempo “.

O correspondente da euronews comenta:

“O povo americano é esmagadoramente contra qualquer novo envolvimento dos EUA no Iraque -. Uma opinião tida em linha de conta pelo presidente Obama na crise atual. Mas apesar disso os problemas no Iraque provavelmente não vão desaparecer, podem até piorar”.