Última hora

Última hora

Asher Roth regressa com RetroHash

Em leitura:

Asher Roth regressa com RetroHash

Tamanho do texto Aa Aa

Há cinco anos, o rapper norte-americano, Asher Roth, conseguiu chegar aos lugares cimeiros das tabelas de vendas norte-americanas.

Agora, e depois de abandonar a editora Universal Motown, Asher Roth está de volta. Um dos singles do seu mais recente trabalho, “RetroHash”, chama-se “Tangerine Girl”:

“Nas grandes editoras somos tratados como descartáveis e penso que isso foi o mais difícil para mim. Estão sempre à procura de uma música de sucesso. Mas uma carreira tem de girar em torno disso? Para mim não fazia sentido. Gosto de grupos de trabalho coesos, onde as coisas acontecem. Canções como “Tangerine Girl”, “ Fast Life” ou “Be Right”, se bem encaminhadas, são totalmente acessíveis”.

O álbum de Asher Roth, de 28 anos, inclui 10 temas e foi lançado em finais de abril. Nele colaboraram outros artistas de hip hop, que estão em ascensão.

Para o rapper a relação com a música é pessoal e um desafio, daí ter saído de uma editora de renome:

“Sou do tipo de me desafiar, e não de abusar da música. A minha relação com ela é real. Estou emocionalmente ligado à música, como penso que acontece com a maioria de nós. E não queria que essa relação se degradasse e tornar a música em algo que serve apenas para fazer dinheiro”.

Para já o cantor anda em digressão apenas pelos Estados Unidos e Canadá.