Última hora

Última hora

Estados Unidos-Portugal: os americanos convertidos ao 'soccer'

Em leitura:

Estados Unidos-Portugal: os americanos convertidos ao 'soccer'

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos convertidos ao futebol! Num país sem tradição neste desporto – e onde, a modalidade se chama ‘soccer’ – o campeonato do mundo do Brasil revelou uma febre futebolística junto dos americanos.

Este domingo, o Redline DC, um dos maiores bares com tradição desportiva de Washington, acolheu centenas de adeptos de futebol, para um Estados Unidos-Portugal impróprio para cardíacos.

“Estou despedaçado, deprimido. Jogámos tão bem. Aguentámo-nos contra uma das melhores equipas do mundo durante cinco segundos! Se me tivessem dito isso antes, diria que era mentira. Sinceramente”, admite um adepto.

Uma fã, acrescenta: “Foi, de facto, um grande jogo. Aguentámo-nos, precisámos de empatar. Agora, tudo depende do Gana. Força Estados Unidos.”

Depois de uma vitória inaugural (2-1) contra o Gana e o empate com Portugal, os americanos estão a um ponto dos oitavos de final – se a Alemanha deixar.

“Começámos a perder. Depois conseguimos o 2-1. Depois foi o empate. Alemanha, vamos comer-te”, garante outro adepto.

Mas, como explica o correspondente da euronews em Washington, Stefan Grobe: “Os Estados Unidos ainda não estão qualificados. Com um selecionador alemão, jogadores alemães com passaporte americano e assistentes alemães, tudo se resume à… Alemanha. Esta terça-feira.”