Última hora

Última hora

Vence, a cidade que inspirou grandes nomes da pintura

Em leitura:

Vence, a cidade que inspirou grandes nomes da pintura

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Vence, perto de Nice, França, serviu de inspiração a nomes grandes da pintura mundial durante mais de uma centena de anos. Henri Matisse, Pablo Picasso, Marc Chagall e Jean Dubuffet, todos eles deixaram a sua marca aqui.

Hoje, esta pequena localidade medieval, ainda é visitada por pessoas de todo o mundo que vêm reviver a história da arte e inspirar-se.

“Aquilo que eles procuram aqui é a intimidade, indispensável. A proximidade com as pessoas e com o meio ambiente. Há os pequenos bairros, as pequenas lojas, a vida é muito humana. O que Matisse encontrou em ‘Villa Le Reve”, e arredores, foi a atmosfera – e é muito curioso o que eu vou dizer, mas foi ele que disse – é a atmosfera do Tahiti, como se estivesse no Tahiti – ver as jovens mulheres a circularem nas bicicleta, a irem ao centro da cidade, os cheiros a vegetação. Matisse foi um pintor muito virado para a natureza”, explica Zia Mirabdolbaghi, diretor do Chateau de Villeneuve.

Nos últimos anos de vida, entre 1948 e 1951, Henri Matisse dedicou-se à construção de uma Igreja nesta pequena cidade, a Capela do Rosário.

Mas, ainda hoje, Vence continua a ser inspiração para outros artistas, vindos de diferentes países:

“Eu nasci duas vezes. Nasci na Checoslováquia e aqui em Vence, há 55 anos. Naquela época, havia muitos artistas, ainda havia vestígios de Matisse, Chagall. Eu tive a oportunidade de conhecer Picasso, Dubuffet e Dufy, que esteve cá antes”, diz o escultor e pintor François Franta.

Hoje “Villa Le Reve” é, ao mesmo tempo, um centro que oferece cursos para artistas amadores e uma residência para profissionais:

“Eu percebo porque é que eles são atraídos para aqui, é algo que tem a ver com a luz, que é muito especial. Por outras palavras, eu sinto-me em casa aqui”, desabafa a pintora amadora sueca Turid Seljestad.