Última hora

Última hora

Raide aéreo em Gaza agrava tensão entre Israel e Hamas

Em leitura:

Raide aéreo em Gaza agrava tensão entre Israel e Hamas

Tamanho do texto Aa Aa

A ofensiva israelita para retaliar o rapto de três estudantes judeus reacende a tensão no Médio Oriente.

A aviação israelita bombardou sete alvos em Gaza durante a noite, em resposta a três rockets disparados por combatentes do Hamas que não provocaram vítimas.

Pelo menos uma criança morreu e dois polícias ficaram feridos durante os ataques israelitas, que teriam atingido zonas civis quando Israel afirma ter visado apenas posições do Hamas.

O grupo islamita tinha reivindicado os disparos de rockets como uma retaliação às operações israelitas no território, quando o exército deteve quase 400 pessoas, vitimando pelo menos seis palestinianos na última semana.

Em Genebra, a mãe de um dos estudantes israelitas raptados apelou à intervenção das Nações Unidas: “não se pode raptar crianças inocentes em nome de um combate. É cruel. As crianças têm o direito de ir à escola em segurança. Queremos que regressem a casa”.

Desde o desaparecimento dos três estudantes, a 12 de junho , que o exército israelita multiplica as operações e detenções em território palestiniano, apontando o dedo ao Hamas, que nega qualquer envolvimento.

Dezassete pessoas foram detidas ontem em Belém, entre as quais vários responsáveis do grupo islamita, quando Israel afirma estar a reduzir a operação face à aproximação do mês santo muçulmano do Ramadão.

A ofensiva israelita e o respetivo impacto sobre a situação no territorio deverá dominar as discussões entre o ministro dos Negócios Estrangeiros israelita, Avigdor Lieberman e os seus homólogos norte-americano e francês, agendadas para esta quinta-feira em Paris.