Última hora

Última hora

França: Justiça francesa ordena extradição de Nemouche

Em leitura:

França: Justiça francesa ordena extradição de Nemouche

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça francesa deu ordem de extradição do alegado autor do massacre no museu judaico de Bruxelas para a Bélgica.

Mehdi Nemouche, 29 anos, foi detido em Marselha com uma Kalashnikov na bagagem, dias depois do ataque que vitimou 4 pessoas a 24 de maio.

Nemouche, francês, concordou ser extraditado se tiver garantias de que não será depois enviado para Israel.

“Ele está convencido que pode ser julgado em França. Para além de querer ser julgado em França, pediu garantias se ele for entregue às autoridades belgas. Mas ele acha que não recebeu quaisquer garantias”, declarou o advogado de defesa, Apolin Pepiezep.

O suspeito terá ainda que receber a confirmação judicial de extradição para poder contestar. Se assim for, terá ainda mais 40 dias antes de o processo seguir adiante.

Quando foi detido em Marselha, Nemouche, afirmou ter roubado na Bélgica as armas que transportava.

O cidadão francês já tinha sido condenado a 7 anos de prisão por roubo antes de ter viajado para a Síria para combater ao lado dos rebeldes islâmicos.

Nemouche será um exemplo da ameaça que os governos europeus enfrentam com a potencial importação da militância islâmica dos cidadãos que partiram para o Médio Oriente para participar em combates em nome do Islão.