Última hora

Última hora

Poroshenko: "O futuro e o espírito da Europa dependem do conflito na Ucrânia"

Em leitura:

Poroshenko: "O futuro e o espírito da Europa dependem do conflito na Ucrânia"

Tamanho do texto Aa Aa

Na véspera de formalizar o acordo de associação com a União Europeia, o presidente da Ucrânia esclareceu a situação do país perante a Assembleia Parlamentar do Conselho Europeu.

Petro Poroshenko falou, claro, do conflito no leste da Ucrânia e do plano de paz que tem em mãos e espera ver assinado até esta sexta-feira. Mas apontou ao futuro. E o futuro da Ucrânia e dos ucranianos passa pela Europa. Uma Europa que Poroshenko espera mais unida do que nunca.

“O que está a acontecer na Ucrânia está a criar uma nova Europa. E esta nova Europa poderá estar unida ou dividida; estável ou fragilizada.
O futuro e o espírito da Europa dependem de como for resolvido o conflito na Ucrânia – se através das leis internacionais; ou se através da lei do mais forte”, avisou Poroshenko, durante o discurso, que proferiu, em ucraniano, perante a Assembleia.

Acabar com o conflito interno é, por isso, a prioridade. O presidente da Ucrânia confirmou ter falado quarta-feira com Putin e apelou ao homólogo russo por mais do que palavras para ajudar o plano de paz.

“Se a peça-chave do plano de paz for aceite pelos separatistas, penso que isso nos poderá dar grandes esperanças para o futuro da Ucrânia. Mas se eles a rejeitarem, então teremos de tomar amanhã uma importante decisão”, afirmou o presidente, expressando-se em inglês, após ser questionado por um dos membros da Assembleia. E acrescentou: “Para já, não posso revelar nada ainda sobre que tipo de decisão vou tomar amanhã.”

O cessar-fogo entre o exército ucraniano e os separatistas do leste do país termina às dez da manhã desta sexta-feira. O presidente da Ucrânia confia no plano de paz que preparou.
Mas se falhar o acordo com os separatistas, Poroshenko garante ter um plano B. E não parece ser pacífico.

O futuro está em jogo. O dia 27 de junho pode tornar-se no mais importante para a nova e europeia Ucrânia.