Última hora

Última hora

Combates prosseguem no leste Ucrânia a poucas horas do fim do cessar fogo

Em leitura:

Combates prosseguem no leste Ucrânia a poucas horas do fim do cessar fogo

Tamanho do texto Aa Aa

É este o ambiente que se vive em Slaviansk, no leste da Ucrânia, na véspera do fim do cessar-fogo declarado por Kiev.

Nos últimos dias, pelo menos cinco soldados foram mortos e 12 ficaram feridos durante os confrontos entre as forças governamentais ucranianas e os separatistas pró-russos.

Face à onda de violência, civis e militares concentraram-se em Kiev para pedir ao chefe de Estado ucraniano a suspensão das tréguas, o quanto antes. Tudo, garantem, para evitar que os separatistas continuem a ganhar terreno.

“Para acabar com a violência é preciso, antes de mais, impor a lei marcial nas regiões de Donetsk e de Luhansk. Penso que, caso contrário, a área onde decorre a operação antiterrorista vai acabar por aumentar já que os separatistas pró-russos vão ter acesso a mais armas e mais pessoas vão acabar por morrer” refere um soldado ucraniano.

Já os grupos de autodefesa ucranianos apelam ao cumprimento do prazo previamente definido.

“Não estamos aqui só para expressar os nossos sentimentos. Temos de ser pacientes. A espera não é longa. Viva a Ucrânia” refere Semyon Semenchenko, comandante um grupo de autodefesa da região de Donbass.

Há muito violado, o cessar-fogo expira oficialmente esta segunda-feira.

Os separatistas admitem negociar, mas só depois de os militares ucranianos abandonarem as zonas de combate.