Última hora

Última hora

Egípcios celebram Ramadão com esperança no futuro

Em leitura:

Egípcios celebram Ramadão com esperança no futuro

Tamanho do texto Aa Aa

À semelhança de muitos outros países muçulmanos, o Egito começa a assinalar este domingo o mês santo do Ramadão.

A euronews foi ao bairro de Al-Hussein, na parte velha do Cairo, para ouvir as expectativas da população.

Esta jovem diz esperar “que o Egito se torne no melhor país do mundo. Vai começar uma nova vida com este Ramadão, depois das eleições… Será o início de tempos melhores”.

Outro egípcio afirma que “neste mês, haverá um país sem partidos ou diferenças políticas. Vamos sentir-nos num Egito como o que gostaríamos de ver durante todo o ano”.

Os egípcios vão celebrar este mês do Ramadão após um controverso processo eleitoral que culminou com a eleição do presidente Abdel Fatah al-Sisi. Depois de anos de luta política, que se traduziram em violência, uma profunda divisão da sociedade e uma deterioração da situação económica, todos esperam agora por um futuro melhor.

O correspondente da euronews, Mohammed Shaikhibrahim, diz que “os egípcios consideram o Ramadão como o início de uma nova fase, em que põem de lado as divergências e promovem valores como a tolerância, enquanto esperam um dia de amanhã melhor, em que sairão da crise económica e política”.