Última hora

Última hora

Líder miliciano líbio declara-se inocente

Em leitura:

Líder miliciano líbio declara-se inocente

Tamanho do texto Aa Aa

Segurança reforçada junto ao tribunal federal, em Washington, para a primeira audiência do líder miliciano líbio suspeito de estar envolvido no ataque contra o consulado dos Estados Unidos em Benghazi, em 2012.

Perante a justiça norte-americana, Ahmed Abu Khatallah – que se arrisca a uma pena de prisão perpétua – declarou-se inocente.

Capturado há duas semanas na Líbia, o presumível mentor do ataque foi acusado de conspiração por dar apoio material a terroristas. O departamento de Justiça admite, no entanto, que o número de acusações possa vir a aumentar já que o inquérito, ainda, não foi encerrado.

A próxima audiência está agendada para quarta-feira.

O ataque perpetrado em setembro de 2011, terminou com a morte de quatro norte-americanos, entre eles um embaixador, e de vários líbios.