Última hora

Última hora

Brasil: protesto contra repressão policial agita festa do Mundial no Rio

Em leitura:

Brasil: protesto contra repressão policial agita festa do Mundial no Rio

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de uma centena de pessoas manifestou-se, este domingo, no Rio de Janeiro, contra a repressão policial durante o Mundial de futebol.

A marcha de protesto percorreu a praia de Copacabana tendo terminado junto à loja oficial da FIFA com dezenas de manifestantes deitados no chão para denunciarem o que consideram ser um massacre.

Os manifestantes denunciam, “a violência policial cometida em nome do futebol”, nomeadamente durante as operações recentes para pacificar as favelas da cidade.

“Nós não vemos nenhuma política de educação, de saúde ou de defesa dos direitos humanos neste país e estamos cansados. Dos mais pobres à classe média estamos todos cansados desta situação. Não é apenas uma manifestação contra o governo mas contra todas as políticas levadas a cabo até hoje neste país”, afirma um manifestante.

“As pessoas têm direito a exprimir-se e é por isso que nos manifestamos. Para mostrar as mentiras que nos contam”, sublinha outra manifestante.

O protesto, escoltado pela polícia, decorreu sem incidentes. Desde há vários meses que a paixão pelo futebol no Brasil divide a população entre os que aclamam o Mundial e os que denunciam os milhões gastos no evento face à alegada falta de investimento do governo em políticas sociais.