Última hora

Última hora

Bruxelas socorre sistema bancário búlgaro

Em leitura:

Bruxelas socorre sistema bancário búlgaro

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia aprovou uma linha de crédito de 1,7 mil milhões de euros para capitalizar os bancos da Bulgária e tentar acalmar o pânico entre os depositantes.

Dezenas de búlgaros continuam a acorrer às filiais do First Investment Bank para retirar as poupanças, depois de terem circulado, via telemóvel e redes sociais, mensagens anónimas que evocavam graves dificuldades económicas do terceiro maior banco do país.

Na semana passada, o banco central teve de assumir o controlo do CorpBank, depois dos búlgaros terem retirado o dinheiro do banco.

Os búlgaros temem uma repetição da crise financeira de 1996-97, que levou ao colapso de vários bancos.

O governo assegura que o sistema bancário do país é sólido e os bancos estão bem capitalizados. Este domingo, após uma reunião de emergência, o presidente búlgaro, Rosen Pleneliev, defendeu: “O dinheiro dos cidadãos e empresários investido nas instituições bancárias búlgaras está seguro. Os bancos vão continuar a funcionar normalmente”.

Sofia fala de um acto criminoso para destabilizar o sistema bancário. Já foram detidas cinco pessoas suspeitas de terem divulgado falsas informações. Uma foi, entretanto, libertada.