Última hora

Última hora

Cameron a favor dos europeus contra a Europa

Em leitura:

Cameron a favor dos europeus contra a Europa

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de uma intensa campanha contra Jean-Claude Juncker e de uma amarga derrota, que levou à ascensão do político luxemburguês à Presidência da Comissão Europeia, David Cameron, que vê a escolha de Juncker como a continuação do projeto de uma Europa antiquada, regressou ao Reino Unido, e enfrentou o parlamento britânico:

“Nas eleições europeias, as pessoas clamaram por mudanças em todo o continente. Estão intensamente frustradas e merecem ter uma voz. A Grã-Bretanha vai ser a voz dessas pessoas. Vamos defender sempre os nossos princípios, os interesses nacionais e vamos lutar, com tudo o que temos, para reformar a União Europeia nos próximos anos e, no final de 2017, não vou ser eu ou este parlamento ou Bruxelas a decidir o futuro da Grã-Bretanha na União Europeia, será o povo britânico”, afirmou o primeiro-ministro.

O líder dos trabalhistas, ironizou a situação dizendo que Cameron começou “com uma Europa dividida, em relação à candidatura de Juncker, e acabou com uma Europa unida contra ele”.

Num artigo de opinião do “Daily Telegraph”, deste domingo, Cameron mostrou-se já mais comedido dizendo que “a vitória de Juncker não é um golpe fatal”.